Olhos de Lis

Teus olhos de lis
fizeram-me um aprendiz
quero ar desses pulmões
ah… diria Camões
amor é fogo que arde…
não tenho mais medo
pois, minha arte
transcende meus dedos
que escrevem agora
em breve, não mais
outrora foi tarde demais
quimera vencida e encolhida
jamais, assolar-me-á novamente
segredo é fome de ter-te por inteiro

Autor: Armindo Guerra Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *